Revista Educação e Linguagens, Vol. 8, No. 14 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

PERFIL JORNALÍSTICO COMO GÊNERO TEXTUAL NO CONTEXTO ESCOLAR: UMA ANÁLISE DA LINGUAGEM AVALIATIVA

Emanuelle Tronco Bueno, Cristiane Fuzer

Resumo


 

A partir do entendimento de que textos são produto da interação social, materializadas na escrita aberta e dialógica, este artigo analisa como a linguagem avaliativa se apresenta nos textos produzidos por estudantes a partir de uma proposta de produção de perfil jornalístico em sala de aula. A pesquisa está fundamentada na abordagem Sociorretórica de gênero textual e no sistema de Avaliatividade da Linguística Sistêmico-Funcional. Foram analisados cinco textos do gênero perfil jornalístico em suas versões finais produzidos por alunos de uma turma de 2º ano de uma escola pública em Restinga Sêca, no Rio Grande do Sul, a partir de uma proposta de produção de perfil jornalístico como gênero textual. A análise evidenciou o uso de recursos avaliativos que expressam, principalmente, julgamentos positivos acerca dos perfilados, seguidos por expressões de afeto e apreciação. As ocorrências de avaliação utilizadas nos textos produzidos pelos estudantes contribuem para caracterizar a natureza autoral do perfil jornalístico.

 


Texto Completo: PDF