Revista Educação e Linguagens, Vol. 9, No 16 (2020)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A CONSTITUIÇÃO DIALÓGICA NA PRODUÇÃO TEXTUAL DO GÊNERO CARTA DO LEITOR NO ENSINO MÉDIO

José Cezinaldo Rocha Bessa, Joseilda Alves de Oliveira

Resumo


O presente artigo objetiva analisar a constituição dialógica na produção textual realizada no ensino médio, focalizando, mais especificamente, como o aluno mobiliza a palavra do outro e dialoga com ela na constituição do projeto de dizer expresso na escrita do gênero carta do leitor. Para isso, analisamos um texto do gênero carta do leitor, o qual foi produzido por um aluno do 1º ano do ensino médio de uma escola pública do estado da Paraíba e selecionado de um arquivo composto por 22 textos. O trabalho assume como orientação teórico-metodológica central contribuições da Análise Dialógica do Discurso (ADD), depreendida das reflexões do Círculo de Bakhtin, e de comentadores desse Círculo, em diálogo com estudos que discutem o ensino de língua materna. Inserida em uma perspectiva de pesquisa de natureza interpretativa e de abordagem qualitativa, a análise empreendida mostra que a versão reescrita da carta do leitor produzida pelo aluno se constituiu como uma resposta tecida e enriquecida pelo diálogo com vozes de outras fontes de leitura indicadas pela professora/pesquisadora e pelas intervenções que ela realizou, revelando-se, consequentemente, um produto textual com argumentos mais consistentes e adequados aos seus propósitos de atuação comunicativa. Além disso, a análise permite perceber como a qualidade do texto produzido pelo aluno do ensino médio pode ser potencializada à medida que se instaura um trabalho, via mediação do professor, que valorize o diálogo com a palavra do outro e as formas de inseri-la na construção textual.


Texto Completo: PDF