Revista Educação e Linguagens, Vol. 9, No 16 (2020)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O GÊNERO MULTIMODAL “POST EM FACEBOOK” E SUAS CONFIGURAÇÕES NO IDEÁRIO DO CÍRCULO DE BAKHTIN

Fernando Arthur Gregol, Tatiana Fasolo Bilhar de Souza, Terezinha da Conceição Costa-Hübes

Resumo


As obras do Círculo de Bakhtin chegaram ao ocidente no final dos anos 1970 e, desde então, embora não tenham abordado especificamente o ensino, contribuem de forma profícua para fomentar reflexões sobre o trabalho com a linguagem na sala de aula. Nesse âmbito, o conceito de gênero do discurso aponta para a necessidade de se pensar na configuração de enunciados que se constituem por dimensões sociais verbo-visuais. Neste artigo, analisamos como um enunciado do gênero discursivo “post” em rede social se configura em relação às suas dimensões social e verbo-visual. O enunciado selecionado para estudo foi veiculado pela rede social Facebook, especificamente, pela página “Quebrando o Tabu”. Interessa-nos este gênero próprio do campo digital, pois na era em que vivemos, na hipermodernidade, os enunciados passam a incorporar signos ideológicos de natureza multissemiótica e multimodal em seu escopo constitutivo. Ao atentarmo-nos para esse novo fenômeno e essa nova constituição dos gêneros, pautamos nossas reflexões na teoria do Círculo de Bakhtin, mas também em trabalhos de pesquisadores contemporâneos que dialogam com esse pressuposto teórico, e em autores que trabalham com as múltiplas faces semióticas dos enunciados. Trata-se, portanto, de um estudo inserido no campo da Linguística Aplicada e amparado no método sociológico, uma vez que, na análise, partimos de um plano extraverbal para um plano verbo-visual, objetivando entender como os aspectos sociais determinam as escolhas estilístico-composicionais dos enunciados. Os resultados obtidos apontam para uma nova configuração dos gêneros no campo digital, principalmente no que tange aos conceitos de autoria, horizonte axiológico e estilo de linguagem.

Texto Completo: PDF