Revista Educação e Linguagens, Vol. 8, No. 15 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A JARDINAGEM COMO PRÁTICA ARTÍSTICA E COMO INSTRUMENTO DE INTERVENÇÃO PARA A REOCUPAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

Gabriela Fiorin Rigotti, Filipe Noé da Silva, Daniela Ferreira da Silva

Resumo


Neste artigo, partindo da premissa de que o espaço interfere nas relações sociais, espera-se averiguar a proximidade entre o espaço urbano, a educação e as artes. Isso porque, quando há a possibilidade de se caminhar pelos lugares, tendo a real percepção do ambiente em que se vive, um olhar sensível ampliaria a possibilidade de transformação e a busca por melhorias através da arte. Por meio de exemplos de ação em arte-educação, serão apresentadas propostas para a transformação de espaços públicos, em especial os terrenos baldios, a partir do artivismo e da jardinagem como formas de expressão artística. Enfatizase, assim, a função da arte-educação e suas relações e influências com ambientes desprovidos de atividades culturais.


Texto Completo: PDF