Revista Educação e Linguagens, Vol. 3, No 4 (2014)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O INTERACIONISMO SÓCIO-DISCURSIVO NOS LIMITES DAS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES OU INSTRUMENTO TEÓRICO-METODOLÓGICO DE TRANSMISSÃO DE CONTEÚDO SISTEMATIZADO (CIENTÍFICO)?

Alex Novais Dancini, José Joaquim Pereira Melo

Resumo


Este texto pretende discutir a relação entre a escola pública e o trabalho com a linguagem fundamentado na proposta teórico-metodológica do interacionismosóciodiscursivo. Parte do pressuposto de que sem a transformação da estrutura educacional da escola pública, o ISD fica limitado à formação de competências e habilidades. Aborda historicamente a escola pública e sua função social na sociedade capitalista. Analisa as condições do trabalho docente, a formação docente inicial e continuada, o esvaziamento de conteúdo nas escolas, o número elevado de alunos por turma e suas relações com a proposta teórica sócio-interacionista. Considera que sem a Superação destes e outros problemas, a realização da proposta teórico-metodológica sócio-interacionista fica comprometida. O objetivo desta discussão é refletir sobre a problemática do ensino de gêneros, de maneira a considerar a complexidade que envolve o processo de ensino/aprendizagem mediado por esta proposta teórico-metodológica, buscando compreendê-la em suas relações com a sociedade como um todo e não reduzida apenas ao ambiente escolar. Propõe-se uma compreensão teórico-política desta questão, de modo que se possa pensar na formação multilateral do ser humano, algo que requer a crítica à escola pública atual e a superação do modelo societal que lhe dá sustentação.


Texto Completo: PDF