Revista de Geografia, Meio Ambiente e Ensino, Vol. 2, No 1 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

AS CENTRALIDADES URBANAS: O CASO DA ÁREA DA SAÚDE NA CIDADE DE MARINGÁ-PR

José Roberto MACHADO

Resumo


O presente texto, intenta, a partir da consideração do processo dialético entre o espaço urbano e seus agentes atuantes na (re)produção desse espaço, fazer uma reflexão que possibilitem compreender, a partir dos reflexos desse embate, as diferentes centralidades urbanas em Maringá, que se traduzem num processo territorial, mostrando algumas especificidades da área da saúde enquanto equipamentos de usos coletivos. Nesse contexto, o trabalho visa identificar e analisar as diferentes tipologias da centralidade urbana em Maringá, através da concentração de atividades e fluxos de pessoas, que são importantes para a compreensão da (re)estruturação urbana.

Texto Completo: PDF