Revista de Geografia, Meio Ambiente e Ensino, Vol. 8, No 3 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

EFEITOS DA FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL NO MUNICÍPIO DE JAPURÁ – PARANÁ

DIEGO PAULINO DA SILVA, Lucas Ribeiro Barbieri, Igor José Ferreira, José Hilário Delconte Ferreira, Edivando Vitor do Couto

Resumo


A fragmentação da paisagem gera perda de habitats específicos de espécies que sobrevivem somente em áreas de núcleo, ocasionando perda de biodiversidade. O presente trabalho objetivou analisar os fragmentos presentes no município de Japurá utilizando as métricas de ecologia de paisagem por meio de Sistema de Informação Geográfica (SIG), fornecendo
também informações sobre a qualidade destes fragmentos. Tais objetivos foram executados por meio de analises como o Índice de diversidade de Patton, relação perímetro/área, tamanho dos
fragmentos em classes, número total de fragmentos presentes no município, tamanho médio, entre outras informações que foram discutidas. O estudo permitiu afirmar que a paisagem do
município está com alto grau de fragmentação, já que possui 97,3% de seus fragmentos com áreas menores que 20 ha, tornando o ambiente inadequado para a conservação de biodiversidade.

Texto Completo: PDF