Revista de Geografia, Meio Ambiente e Ensino, Vol. 8, No 3 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

MÉTRICAS DE ECOLOGIA DA PAISAGEM APLICADAS EM FRAGMENTOS DA MATA ATLÂNTICA: O CASO DO MUNICÍPIO DE SAUDADES DO IGUAÇÚ

Ana Clara de Oliveira Faria, Flaviane Galvani, Edivando Vitor Do Couto

Resumo


A perda e fragmentação de habitats naturais constituem uma das principais ameaças a conservação da biodiversidade. Regiões naturais, hoje, se encontram fragmentadas e com baixa qualidade de habitat, pouco conectados e com alta resistência à dispersão de indivíduos. O uso de Sistema de Informação Geográfica (SIG) tem se tornado uma importante ferramenta para o desenvolvimento e aplicação de trabalhos sobre o efeito de fragmentação florestal. O presente estudo tem como objetivo analisar o grau de fragmentação no município de Saudade do Iguaçu – Paraná. As métricas analisadas e discutidas foram: o índice de Patton, relação perímetro área, área dos fragmentos e número de fragmentos. Os resultados mostraram que 85,2% dos fragmentos possuem área inferior a 1 ha, e 50% com índice de Patton inferior a 5, em um total de 2780 fragmentos florestais. De modo geral, o município de Saudades do Iguaçu é altamente fragmentado por pequenas áreas.

Texto Completo: PDF