Revista de Geografia, Meio Ambiente e Ensino, Vol. 7, No 1 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A COLONIZAÇÃO DO TERRITÓRIO PARANAENSE E O DINAMISMO DOS MUNICÍPIOS DA FRENTE NORTE

Ana Claudia Silva Almeida

Resumo


A ocupação do espaço paranaense resultou do processo de expansão de três frentes pioneiras: o Paraná Tradicional, do ouro de lavagem, do tropeirismo e da extração de erva-mate; a Frente Norte, vista como um prolongamento da economia cafeeira paulista, e a Frente Sudoeste, povoada por imigrantes gaúchos e catarinenses. Este artigo busca realizar uma análise do processo de ocupação do território paranaense, caracterizar as frentes atuantes no Estado, e relatar o processo de colonização do município de Marialva- PR. As informações trabalhadas no texto foram obtidas a partir de leitura e análise de materiais bibliográficos. A colonização de parte do norte paranaense, especificamente o Norte Novo, foi obra da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná. Marialva, localizado no norte paranaense, apresenta as características inerentes aos espaços planejados pela empresa, quanto à localização e à função a ser exercida dentro da rede de articulação espacial da época. Este município, assim como toda área colonizada pela Companhia, apresentou grande dinamismo no período da colonização, cuja base econômica foi o café.

Texto Completo: PDF