Revista de Geografia, Meio Ambiente e Ensino, Vol. 2, No 1 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

DISTRIBUIÇÃO DE ESPONJAS CONTINENTAIS NO RIO MOURÃO

João Cláudio Alcantara dos Santos, Mauro Parolin Parolin

Resumo


Visando ampliar o registro da ocorrência de esponjas continentais no Estado do Paraná, foram realizadas em 2010 quatro campanhas no rio Mourão em quatro locais com predomínio de corredeiras e cachoeiras (municípios de Campo Mourão, Peabiru e Engenheiro Beltrão). Em cada local determinou-se uma área de aproximadamente 100m no leito do rio onde pedras e pequenos blocos rochosos foram virados. Nos locais onde foram encontradas esponjas uma pequena quantidade delas foi cuidadosamente raspada da rocha, secas com papel toalha e ao sol. O pH (6,5 a 6,7) e O2 (>8,4 mg/l) da água foi determinado via aparelho digital. Para fins de identificação específica as gêmulas (estruturas de reprodução) foram colocadas sobre lâminas de microscopia onde foram queimadas em HNO3 (65%) e H2O2 (130 v). Detectou-se a presença das espécies: Oncosclera navicella; Oncosclera schubarti (primeiro registro para o Estado do Paraná) e Trochospongilla repens (primeiro registro para a bacia do rio Ivaí).

Texto Completo: PDF