Revista Paranaense de Educação Matemática, Vol. 5, No 8 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

POSSIBILIDADES DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS DAS NARRATIVAS EM AULAS COM INVESTIGAÇÕES MATEMÁTICAS NO CONTEXTO DO ENSINO DE “FUNÇÕES”

MÁRCIO UREL RODRIGUES, ROSANA GIARETTA SGUERRA MISKULIN

Resumo


Este artigo aborda as narrativas como experiências dos alunos na perspectiva de Larrosa (2001). Tal excerto objetiva compreender as possibilidades didático-pedagógicas das narrativas em aulas com as Investigações Matemáticas no processo de ensinar e aprender Funções. Visando atender o objetivo, fomos guiados pela seguinte questão norteadora: Quais são as possibilidades didático-pedagógicas das narrativas em aulas com as Investigações Matemáticas no contexto do ensino de Funções? Para isso, utilizamos Ponte (2003) como referencial teórico para a perspectiva metodológica das Investigações Matemáticas, e Clandinin e Connely (1990, 1995, 2000), Moraes e Galiazzi (2003), Smole e Diniz (2001) e Freitas e Fiorentini (2007), para as potencialidades das narrativas no cenário educacional. Em termos metodológicos, utilizamos a pesquisa qualitativa interpretativa e, como procedimento metodológico: (i) Entrevistas; (ii) Diários de Bordo; (iii) Narrativas Escritas; (iv) Questionários. Na análise realizada, evidenciamos, como possibilidades didático-pedagógicas das narrativas com as Investigações Matemáticas, a constituição de uma cultura diferenciada no processo de ensinar e aprender Funções que valoriza aspectos argumentativos e comunicativos em sala de aula. Esta pesquisa permitiu compreendermos que utilizar as narrativas no ensino de Matemática significa proporcionar oportunidades para os alunos expressarem o que eles aprenderam em um sentido comunicativo, bem como em um sentido de reconstrução compartilhada de seus conhecimentos matemáticos.


Texto Completo: PDF

A Revista Paranaense de Educação Matemática, periódico semestral da Universidade Estadual do Paraná - Campus de Campo Mourão, está indexada nas seguintes bases de dados: