Revista Paranaense de Educação Matemática, Vol. 6, No 10 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A MATEMÁTICA E O MUNDO AUTÍSTICO DE SOFIA: UMA DISCUSSÃO DE NUMERALIZAÇÃO A PARTIR DA TEORIA DAS AÇÕES MENTAIS POR ETAPAS

Janivaldo Pacheco Cordeiro, Allana Cristini Borges de Resende, Edmar Reis Thiengo

Resumo


Esse estudo teve como proposta intervir no processo de aprendizagem de uma aluna autista para o conceito de número a partir da Teoria das Ações Mentais por Etapas, propostas por Gal’perin. O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é caracterizado por um conjunto de sintomas que afeta as áreas da socialização, comunicação e do comportamento, e, dentre elas, a mais comprometida é a interação social. Em razão disso, buscamos em Gal’perin o aporte teórico-metodológico para analisar e discutir os resultados advindos do processo de aprendizagem, uma vez que o teórico comunga das ideias da psicologia histórico-cultural. A pesquisa foi realizada em uma escola pública da cidade de Vila Velha – ES, e teve como sujeito participante Sofia, aluna atendida na sala do Atendimento Educacional Especializado (AEE). Os resultados apontam não só a necessidade do docente em conhecer as características da síndrome, como também as peculiaridades do aluno em questão. Não podemos afirmar que Sofia dominou o conceito do número um, todavia o uso da Teoria das Ações Mentais por Etapas possibilita a materialização da ação a ser internalizada, haja vista que faz parte de uma das etapas da teoria em questão. De mais a mais aprendemos com Sofia que sua aprendizagem pode ser expressa em momentos diferentes daqueles em que está sendo ensinada; suas respostas nem sempre correspondem às perguntas feitas no momento.


Texto Completo: PDF

A Revista Paranaense de Educação Matemática, periódico semestral da Universidade Estadual do Paraná - Campus de Campo Mourão, está indexada nas seguintes bases de dados: